Sentido.


Ele corre, transpira e morre.
Sem se importar com nada.
Ele foge.
Um caminho incerto ele escolhe.
Sem olhar para trás percorre.
Um sonho ele busca.
Atrás de algum consolo caminha.
Sem ter pra onde ir ele grita.
Grita no silêncio da noite.
Noite que conforta teu medos.
Por um abraço ele suplica.
Em vão por que está sozinho.
Sozinho em meio ao vazio.
Vazio de tua mente.
Uma estrada ele encontra
A direção ele segue.
Enfim avista a saída.
De mais um pesadelo desperta.